quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Dieta saudável e balanceada previne câncer

Todo mundo já sabe disso, mas vale reforçar que uma boa alimentação é super importante para prevenir o câncer:

Comer bem não quer dizer necessariamente saciar a fome com um prato cheio. Pelo menos não na linguagem médica, em que comer bem significa praticar uma dieta balanceada, com pratos ricos em proteínas, carboidratos, gorduras e minerais, que supram as necessidades energéticas diárias e contribuem para qualidade de vida e redução de incidência de doenças.
De acordo com o gastroenterologista e cirurgião oncológico Dino Altmann, a prevenção de doenças como o câncer é conquistada com boa qualidade de vida, em todos os sentidos, e uma dieta rica em fibras (frutas frescas e secas, verduras, legumes, saladas, aveia, cereais) e pobre em gorduras animais. “Deve-se evitar carnes vermelhas como maior teor de gordura, queijos amarelos, creme de leite e gema de ovo. Dê preferência a peito de frango, peixes, leite desnatado, queijo branco, ricota, cottage e iogurte. E evite, sempre que possível, açúcar e doces”.
Altmann recomenda o consumo de alimentos que contenham substâncias antioxidantes, como chá verde, uvas roxas, amoras, framboesas e vinho, que contêm catequinas, que podem prevenir tumores, assim como o brócolis, que produz uma substância antioxidante chamada glutation, que ajuda a manter as artérias permeáveis ou desobstruídas. Já alimentos vermelhos em geral, como tomate, goiaba vermelha, melancia, cerejas, pimentão vermelho, açafrão, páprica, contêm antioxidantes como os flavonoides e o licopeno. “Esses alimentos, juntamente com os ácidos graxos monoinsaturados (como o azeite de oliva), isoflavonas (soja) também atuam na prevenção de tumores, particularmente os de mama, próstata e intestino”, afirma o especialista. “E para melhorar a imunidade, o ideal é utilizar óleos vegetais de girassol, soja e milho, comer muitos vegetais e peixes de água fria – que se alimentam de fito plâncton – como o salmão, arenque, bacalhau, cavala e truta”.
Segundo o gastroenterologista, alguns fatores podem provocar câncer, além de uma alimentação errada e desregrada e o consumo de bebidas alcoólicas. Fumantes também possuem mais chances de desenvolver a doença do que os não fumantes. Altmann ressalta que as medidas preventivas são aquelas fundamentais para qualquer vida saudável, como adotar dieta balanceada, evitar consumo de álcool, fumo e outras drogas, combater o sedentarismo e a obesidade, já que os obesos tem maior propensão a desenvolver câncer. “Há também um grupo de risco com maior probabilidade de desenvolver a doença, como aqueles com histórico familiar de câncer, ou que já sofrem de pancreatite crônica ou de diabetes melitus, ou que foram submetidos a cirurgias de úlcera no estômago ou duodeno. Nesses casos, segundo ele, recomenda-se que esses grupos de risco realizem exames clínicos regularmente.

Outras dicas:

- Tenha o café da manhã como principal refeição do dia.
- Coma diariamente mamão, banana, cenoura, tomate, e tome suco de laranjas.
- Tome sempre muito líquido durante o dia, como sucos (laranja, limão, maçã, pêssego, pera, abacaxi e acerola), chás e água.
- Habitue-se a tomar chás de frutas, ervas e chá verde. Podem ser digeridos frios ou quentes.
- Frutas, de maneira geral, e banana em particular (rica em eletrólitos como potássio e micronutrientes), além de frutas secas e castanhas (caju, nozes, avelãs, amêndoas) devem ser consumidas a qualquer hora e com bastante frequência.
- Tome uma taça de vinho tinto (uma só) ou suco de uvas diariamente.

Sugestão de cardápio (consumir alternadamente)

Café da manhã: suco de laranja, chás de frutas ou ervas, frutas frescas ou secas, müsli ou cereais, iogurte, leite desnatado ou de soja, mel, geleias, pães (centeio ou integral) torradas, queijos (de preferência branco), fatias de peru, clara de ovos.

Lanche da manhã: frutas, iogurte, leite ou suco s de soja, biscoitos, sanduíches de pão integral com queijo branco, peru, frango, presunto, tomate, geleias, mel.

Almoço: frango, peixe, legumes, verduras, saladas, massas, arroz, feijão ou grãos, batatas, sucos e frutas na sobremesa.

Lanche da tarde: frutas, sucos, chás de frutas ou ervas, biscoitos, barras de cereais.

Jantar: frango, peixe, legumes, verduras, saladas, massas, arroz, feijão ou grãos, batatas, sucos, e frutas na sobremesa.

Um comentário:

Glaucia Moreno disse...

Excelente artigo!

Coisas que sabemos, mas sempre esquecemos...rs

Vale a pena relembrar!

Abraços